Você ainda utiliza xarope de milho?

O xarope de milho é um açúcar artificial feito a partir do amido de milho, usado como adoçante principalmente na culinária, para realçar o sabor, aumentar o volume, entre outros.

E você, ainda utiliza esse tipo de açúcar? Você se importa com a sua saúde?

Se você REALMENTE se importa com a sua saúde, saiba que deveria parar de consumi-lo hoje mesmo! Muitos especialistas afirmam que o açúcar e os xaropes são peça-chave para a obesidade de hoje, que já virou epidemia.

Veja alguns motivos pelos quais o xarope de milho deve ser banido da sua alimentação:

 

Possui muita frutose e pode causar problemas de saúde se consumido em excesso. O corpo não consegue lidar com facilidade com esse excedente.

Em geral a frutose é encontrada em frutas e vegetais em pequenas quantidades e pode ser consumida comendo a fruta e não ingerindo sucos ou xaropes.

Em um processo de emagrecimento, até mesmo o consumo in natura das frutas com maior quantidade de frutose precisa de atenção.

 

Se converte facilmente em gordura, aumenta o ganho de peso e risco de obesidade quando consumido em excesso. O fígado altera a frutose para glicogênio (carboidratos armazenados), mas o armazenamento dele é limitado.

Essas grandes quantidades de açúcar podem sobrecarregar o fígado e virar gordura, o que no longo prazo pode causar uma série de problemas de saúde, como diabetes tipo 2 e doença hepática gordurosa.

Num estudo feito por 3 semanas, foi constatado que o consumo do açúcar e da frutose em excesso elevou drasticamente a gordura do fígado em 27%.

Está curtindo o aprendizado? Continue lendo para aprender mais sobre os malefícios do consumo excessivo de frutose e açúcares.

Pode ocorrer acúmulo de gordura visceral. Essa gordura é o pior tipo de gordura corporal, pois envolve os órgãos e tem profunda relação com problemas como diabetes e doença cardíaca.

Ingerindo frutose ou açúcar, você consumirá muito mais calorias e poderá aumentar de peso. Pesquisas mostram que hoje as pessoas ingerem cerca de 300% de açúcar a mais do que 50 anos atrás, consumindo mais de 500 calorias do mesmo.

A ingestão de açúcares em excesso, além de ser um dos principais motivos do diabetes, pode também levar também à diabetes tipo 2, por poder causar resistência à insulina.

Com essa resistência, as células podem ficar menos flexíveis no metabolismo dos carboidratos. No longo prazo, há um aumento nos níveis de insulina e açúcar do sangue.

Além disso, o xarope de milho pode contribuir para a síndrome metabólica, que tem relação com uma série de doenças, como cardíacas e determinados tipos de câncer.

 

Pode elevar o risco de outras doenças graves, que são relacionadas ao consumo excessivo de frutose. O xarope de milho, bem como o açúcar estão relacionados à inflamação, obesidade, diabetes, doenças cardíacas e câncer.

Pode aumentar as substâncias nocivas AGEs (produtos finais de glicação). Os altos níveis de insulina podem estimular o crescimento tumoral.

Além disso, devido ao aumento de inflamação e da produção de ácido úrico, tem-se maior risco de contrair doenças inflamatórias, como a gota, por exemplo.

Em suma, não faça mais uso de xarope de milho e açúcar, seja o seu objetivo conservar a sua saúde ou emagrecer.

 

Aproveite para conhecer o meu artigo sobre quais adoçantes podem ser consumidos no processo de emagrecimento: Afinal, quais adoçantes devo ou não consumir para emagrecer?

Lembre-se: este artigo não substitui uma consulta com o seu médico.

Então pare com o consumo de açúcar, coma alimentos saudáveis e ricos em nutrientes, siga todas as dicas, e viva mais leve e saudável!! Clique aqui para saber como mudar os seus hábitos alimentares.

 

Um abraço, e até o próximo artigo!

Dr. Rafael Gallassini

Deixe uma resposta